Pular para o conteúdo principal

Deu-mo na cidade

 Frases e Mensagens EspíritasDeu-mo na cidade 

Deu-mo na cidade e eu morava na Tijuca, a uma hora de viagem de bonde.

Embarquei com o livro e, como não tinha distração para a longa viagem, disse comigo: ora, adeus!

Não hei de ir para o inferno por ler isto…

Depois, é ridículo confessar-me ignorante desta filosofia, quando tenho estudado todas as escolas filosóficas.

Pensando assim, abri o livro e prendi-me a ele, como acontecera com a Bíblia.

Lia, mas não encontrava nada que fosse novo para meu Espírito.

Entretanto, tudo aquilo era novo para mim!...

Eu já tinha lido ou ouvido tudo o que se achava no 'O Livro dos Espíritos'.

Preocupei- me seriamente com este fato maravilhoso e a mim mesmo dizia: parece que eu era espírita inconsciente, ou, mesmo como se diz vulgarmente, de nascença."
***
Bezerra de Menezes
Frases e Mensagens Espíritas de Bezerra de Menezes