Pular para o conteúdo principal

No Templo da Morte - Marta

 Frases e Mensagens Espíritas

No Templo da Morte


O templo da morte tem portas incontáveis, 
Como incontáveis são as almas humanas, 
E infinitos seus estados de consciência. 

Pela porta escura do remorso, 
Um dia penetrou os seus umbrais 
Uma alma que regressava da Terra. 
Lá dentro, 
Em nome do Senhor de todos os latifúndios do Universo, 
Pontificava o Anjo da Justiça. 

“Anjo Bom! – disse-lhe a alma súplice – 
Eu tenho a minhalma coberta de feridas cancerosas! 
Cura-me as chagas purulentas do remorso... 
Tenho os meus olhos vendados 
E uma treva incomensurável na consciência! 
Apaga os meus atrozes padeceres!.. .“ 

“Filha – respondeu compassivo –, 
Para sanar tão estranhas feridas, 
Tão amargos pesares, 
Só há um recurso: 
Volta à Terra!

Lá existe o Regato das Lágrimas, 
Banha-te nas suas águas cristalinas; 
Elas serão o teu bálsamo consolador 
E curarão a tua cegueira... 
Estás na escuridão absoluta 
Pela ausência da luz, do bem na tua alma! 

Mas o Anjo da Dor irá contigo;

Ele há de te guiar através das sirtes do mar encapelado dos sofrimentos, 
E te conduzirá ao lugar bendito onde existem as lágrimas salvadoras!...
E a pobre regressou... 
Conduzida pela Dor, 
Banhou-se na água lustral dos tormentos, 
Submergiu-se no regato encantado, de cuja fonte límpida promana a Salvação. 

E depois de haver percorrido 
Tão tortuosos caminhos, 
Inçados de perigos 
E de dores amargas, 
Reconheceu o luminoso 
Anjo da Dor... 
E nos seus braços magnânimos e compassivos, 
Penetrou no templo misterioso da morte 
Pela porta maravilhosa da Redenção.

Espírito: Marta
Médium: Francisco Cândido Xavier 
Livro: Parnaso de Além-Túmulo
Frases e Mensagens Espíritas de Marta