Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Beneficência e Justiça - Emmanuel

Beneficência e Justiça
“E  como  vós  quereis  que  os  homens  vos  façam,   da  maneira lhes fazei vós também.”  Jesus (Lucas, 6: 31)
Examinando a beneficência, reflitamos na Justiça que a vida nos preceitua ao senso de relações. Sem ela, é possível que os melhores empreendimentos sofram a nódoa de velhas mentiras crônicas em nome da gentileza. 
Atravessas escabrosas necessidades materiais e, claro, te alegras ante o auxílio conveniente, mas se a cooperação chega marcada pelo manifesto desprezo dos que te ajudam com displicência, como  se desfizessem de um peso morto, estarias mais contente se te deixassem a sós. 
Caíste moralmente ansiando levantar e rejubilaste diante do apoio que te surge ao reerguimento, entretanto, se esse concurso aparece tisnado de violências, qual se representasses um fardo de vergonha para os que te supõem reabilitar, sentirias reconhecimento maior se te desconhecessem a luta. 
Choras, nas crises de provação que te fustigam a existência, e regozijaste, quando…

O Amor Exige - Clarice Lispector

"Amanheci em cólera.  Não, não, o mundo não me agrada.  A maioria das pessoas estão mortas e não sabem,  ou estão vivas com charlatanismo.  E o amor, em vez de dar, exige.  E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam.  Mentir dá remorso.  E não mentir é um dom que o mundo não merece..."

Clarice Lispector Frases e Mensagens da obra de Clarice Lispector

Vitória - Emmanuel

Vitória
Amor é solidariedade. Progresso é intercâmbio. Auxilia e auxiliar-se-te-á. * Ajuda-te sempre,  especialmente ajudando aos outros,  e o Céu te ajudará. * Não percas tempo com atividades inúteis. * Considera por vitória o desempenho dos próprios compromissos.
Emmanuel Livro: Canteiro de Idéias Psicografia: Francisco Cândido Xavier Frases e Mensagens Espíritas de  Emmanuel

Onde Jesus Espera - Auta de Souza

Onde Jesus Espera
Onde a dor enternece e a injuria desafia... Onde a esperança mora em tratos de amargura... Onde o pranto e a aflição, surgindo, de mistura, Entretecem na sombra angústia ou rebeldia...
Onde a penúria irrompe e, súbito, anuncia Chaga, exaustão, nudez, tristeza, desventura... Onde a orfandade chora e a viuvez se enclausura No lar de provação, onde a noite é mais fria...
Onde a lama se espalha... Onde a treva pragueja, Reclamando o perdão e a prece benfazeja... Onde o sarcasmo espanca... Onde o mal se descerra...
Onde possas servir: eis o lugar do mundo, Onde Jesus te espera o trabalho fecundo Para exaltar no amor a redenção da Terra!...
Espírito: Auta de Souza Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de Auta de Souza

Prova Difícil - Cornélio Pires

Prova Difícil 
Pregava Nhô Tatinho do Lajão Numa sessão do Centro de Jandira: – “Meus irmãos, a brandura cobre a ira, Humildade é que vence tentação!...
Ninguém seja teimoso, nem brigão...” Nisso, Nhô Bem, na sala, tosse, vira, Aponta a mesa e grita meio gira: – “Vancê faz o que fala, meu irmão?”
Antes mansinho, a conversar no banco, Na raiva agora e a levantar de arranco, Nhô Tatinho berrou para Nhô Bem:
“Saia daqui, miolo de cachaço.
Espírito: Cornélio Pires Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de Cornélio Pires

Compaixão e Socorro - Emmanuel

Compaixão e Socorro
“Amai, pois, a vossos inimigos.”   Jesus (Lucas, 6:35)
Não apenas os nossos adversários costumam cair.
É preciso entender que as situações constrangedoras não aparecem unicamente diante daqueles que não nos comungam os ideais, cujas deficiências, por isso mesmo, estamos naturalmente inclinados a procurar e reconhecer. 
As criaturas que mais amamos também erram, como temos errado e adquirem compromissos indesejáveis, como tantas vezes, temos nós abraçado problemas difíceis de resolver. 
E todos eles, os irmãos que resvalam na estrada, decerto pedem palavras que os esclareçam e braços que os levantem. 
Tanto quanto nós, na travessia das trevas interiores, quando as trevas interiores nos tomam de assalto, reclamam compaixão e socorro, ao invés de espancamento e censura. 
Ainda assim, compaixão e socorro não significam aplauso e conivência para com as ilusões de que devemos desvencilhar-­nos. 
Em verdade, exortou­nos Jesus a deixar conjugados, o trigo e o  joio, na gleba…

No Século XX - Augusto dos Anjos

No Século XX
Homem, não vale o cérebro vulcâneo Votado à ciência que te desconforta, Na vocação para a matéria morta Que extravasa, terrível, de teu crânio.
Cogumelo que pensa subitâneo Emparedado em cárcere sem porta, Se preferes a espada, que te importa A grandeza dum átomo de urânio?
Foge à extrema penúria que te aguarda A inteligência lúbrica e bastarda, Incauta penetrando abismos tredos...
Não prossigas sem Deus, cindindo os ares! Ai da Terra infeliz se decifrares Toda a extensão dos cósmicos segredos!
Espírito: Augusto dos Anjos Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de Augusto dos Anjos

Livre, Enfim - Sabino Silva

Livre, Enfim
Hora final!... A angústia, às súbitas, me toma... Na fixidez do olhar, as lágrimas por clima... Dentre a névoa difusa, uma luz se aproxima... Ergo-me!... O corpo lembra esdrúxula redoma!...
Redivivo, me arrasto... Aspiro doce aroma... Saio... O luar esplende... A visão se reanima... O mundo é um roseiral estrelado em cima... Dos recessos do ser, o regozijo assoma!...
Será isso morrer?... Em êxtase me espanto!... Arfa-me o peito em prece... Ouço terno acalanto... Velhas canções do lar!... Brilha a noite orvalhada!...
Torno aos amados meus!... Cessa a estrada sombria E parto, livre enfim, sonhando novo dia
No encalço de Outra Luz, na luz da madrugada!... Cale a boca!... Se eu falo mas não faço, Isso não é da conta de ninguém!”
Espírito: Sabino Silva Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de: Sabino Silva

Compaixão Sempre - Emmanuel

Compaixão Sempre
“Não  julgueis  e  não sereis  julgados;  não  condeneis  e  não sereis condenados;  soltai e soltar­vos­ão.”  Jesus (Lucas, 6:37)
Perante o companheiro que te parece malfeitor, silencia e ampara sempre. Assim como existem pessoas, aparentemente sadias, carregando enfermidades que apenas no futuro se fardo evidentes para a intervenção necessária, há criaturas supostamente normais, portadoras de estranhos desequilíbrios, aos quais se lhes debitam os gestos menos edificantes. 
Compadece­te, pois, e estende os braços; para a obra do auxilio. Muitos daqueles que tombaram na indisciplina e na violência, acabando segregados; nas casas de tratamento moral, guardam consigo os braseiros de angústia que lhes foram impostos, em dolorosos processos obsessivos, pelas mãos imponderáveis dos adversários desencarnados de outras existências... 
E quase todos os que esmoreceram, no caminho das próprias obrigações, rendendo-­se ao assalto da crueldade e do desespero, sustentaram, por temp…

Anjo - Meimei

Anjo 
Penso em ti, Mãezinha querida, e retorno aos teus braços. Vejo-te, estrela em forma de anjo, velando a noite, ao meu lado, enquanto te buscava o colo por brando ninho. – o – Teu sorriso era a própria bênção de Deus, sustentando-me horas e, misturando beijos e lágrimas, alentaste-me a vida. – o – Quantas vezes procurei nos teus olhos a inspiração do caminho não saberia dizer... Sei apenas que, em nossa casa, levantavas-te com a aurora, esgueirando-te em silêncio para que não interrompêssemos o repouso, preparando-nos o pão de que recebias sempre o derradeiro pedaço. – o – Sei, Mãezinha, que escravizada ao fogão e à pia de lavar, trabalhavas de manso, voltando o rosto sereno para dizer que éramos os teus tesouros, quando alguém se queixava de nós. – o – Nunca te disseste cansada, ainda mesmo quando os nossos gestos de ingratidão te faziam aflita e muda. – o – Freqüentemente, surpreendia-te a cantar chorando, sem que pudesse perceber os espinhos que te dilaceravam a alma, porque te…

O Reino - Zeferino Brazil

O Reino 
Buscaste o Céu na Terra... Um jardim de ouro e renda, Onde as flores do amor vicejassem, ditosas!... Achaste em desalento espinheirais nas rosas E lírios nos brejais em simbiose tremenda.
A presença do mal em mal se te desvenda, Ao sofrimento, ao fel e a lágrima te entrosas!... Não te afastes, porém, das visões luminosas De tua aspiração, por mais a dor te prenda!...
Cultiva o Eterno Bem, de alma ofegante embora; Ante o futuro, anseia, aguarda, luta e chora!... Agruras e agressões?!... Deixá-las e esquecê-las!...
Ergue-te, serve e segue!... O reino do teu sonho Espraia-se em grandeza, intérmino e risonho, E espera-te a fulgir, para lá das estrelas!
Espírito: Zeferino Brazil Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de Zeferino de Sousa Brazil

Psicologia da Caridade - Emmanuel

Psicologia da Caridade
“Fazei  aos  homens  tudo  o  que  queirais  que  eles  vos foram, pois é nisto que consistem a lei e os profetas.”  Jesus (Mateus, 7: 12)
Provavelmente, não existe em nenhum tópico da literatura mundial figura mais expressiva que a do samaritano generoso, apresentada por Jesus para definir a psicologia da caridade. 
Esbarrando com a vítima de malfeitores anônimos, semimorta na estrada, passaram dois religiosos, pessoas das mais indicadas para o trato da beneficência, mas seguiram de largo, receando complicações. Entretanto, o samaritano que viajava, vê o  infeliz e sente-­se tocado de compaixão. 
Não sabe quem é. Ignora-­lhe a procedência. Não se restringe, porém, à emotividade. Pára e atende. 
Balsamiza­lhe as feridas que sangram, colocaram-no sobre o cavalo e o conduz a uma hospedaria, sem os cálculos que o comodismo costuma tragar em nome da prudência. Não se limita, no entanto, a despejar o necessitado, em porta alheia. 
Entra com ele na vivenda e dispensa-lh…

Resposta de Companheiro - Humberto de Campos

Resposta de Companheiro
 Meu amigo, pede você um roteiro de nosso plano, que lhe sirva às incursões no campo mediúnico.
 “A região é quase inexplorada, as surpresas imensas” – diz você desalentado.
 Como os velhos portugueses do litoral do Brasil, que perdiam longo tempo, antes de enfrentar a selva do continente espiritual, sentindo-se você incapaz do serviço de penetração, na terra maravilhosa dos novos conhecimentos. 
Observa as possibilidades infinitas de realização à grandeza do serviço a fazer; entretanto, a incerteza impede-lhe a marcha inicial.
 Sabe você que os sacrifícios não serão reduzidos. Os bandeirantes antigos, para semearem a civilização no oceano verde, sofreram, muita vez, privações e dificuldades, solidão e angustia indizíveis. 
Os pioneiros da espiritualidade, nos tempos modernos, para distribuírem a nova luz, na floresta dos sentimentos humanos, não devem nem podem aguardar excursões pacificas e felizes na esfera imediatista. 
Experimentarão igualmente os choques …

Diante do Mundo - Maria Dolores

Diante do Mundo
Ante os pesares do mundo, Observa, alma querida, A dor que ilumina a vida, Sob as provas, tais quais são... A Terra é uma grande escola De que temos o usufruto, Lembrando enorme instituto De trabalho e elevação.
Nascemos e renascemos, Atendendo a leis concisas, Conforme as lições precisas Que temos nós para dar; No serviço que nos cabe, Naqueles com quem vivemos, Jazem os pontos supremos De nosso próprio lugar.
Nas tarefas em que estejas, Cumpre o dever que te assiste, Se a vida parece triste, Não te queixes de ninguém... Cada pessoa na Terra Intimamente é chamada A servir, de estrada à estrada, Para a vitória do bem.
O homem robusto e moço Que administra a riqueza, Traz, por vezes, rude e acesa, A fogueira da aflição; A mulher que exibe ao colo A cruz em jóias e luzes, Às vezes tem muitas cruzes Por dentro do coração.
Nunca censures. Trabalha, Crê, auxilia e não temas. Cada qual guarda problemas, Em forma de sombra e dor. Quem mais serve e mais perdoa É aquele que se renova, Vencendo, de prova em prova, Na …

Desobsessão - Leôncio Correa

Desobsessão

O Espírito sem paz chora, clama, esbraveja, Escarnece, injuria, agita-se, esconjura... Fala o doutrinador com lógica e brandura, Entram a sombra e a luz em súbita peleja...
Mais um dia... Outro mais... E aquele que apedreja, Mergulhado no fel de estranha desventura, Cede à força do amor em lágrimas procura Levantar-se por fim da treva em que rasteja!...
Um coração de mãe é convidado a liça... Surge a reencarnação, promove-se a justiça... Um berço... Um corpo novo... As correções austeras!
E a desobsessão, em sentido profundo, Continua no lar, entre a escola do mundo E a dor que nos redime os erros de outras eras!...
Espírito: Leôncio Correa Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de Leôncio Correia

A Vida e o Tempo - Jorge Matos

A Vida e o Tempo 
– “Este é o campo de amor, onde Deus te situa!...” Falou-me o Sol raiando... Em tudo, amanhecia... Disse-me a vida: “Vem!... Semeia, enquanto há dia, Honra-se, em toda parte, a Terra por ser tua!...”
Desço, porém, da gleba aos encantos da rua, Escarneço da fé e enveneno a alegria, Busco apenas prazer em vereda sombria, Mas a morte aparece e a vida continua!...
Desvalido no Além, disputo o corpo aos vermes, Tenho o peito gelado, as mãos tristes e inermes: No entanto, o coração em labaredas arde...
Rogo mais tempo à vida e a vida me responde: – “Esperas, filho meu, mais tempo não sei onde... O teu dia se foi... Agora é muito tarde!...”
Espírito: Jorge Matos Psicografia Francisco Cândido Xavier do Livro: Poetas Redivivos Frases e Mensagens Espíritas de  Jorge Matos

A Porta - Manoel Monteiro

A Porta 
Se trabalhas na porta, Ao acolher alguém, Oferta de ti mesmo A mensagem do bem.
A porta aberta exige vigilância, Justo pensemos nisso; A prudência, entretanto, não excluí Atenção e serviço.
Frequentemente aquele que te busca, Ainda mesmo quando não te agrade, É um companheiro que procede, em crise, Da terra triste da necessidade.
Viajores, pedintes, consulentes Nem sempre se revelam como são... Muito espírito nobre do caminho Traz cravadas no peito as marcas da aflição,
A porta unida à rua É um dos pontos mais santos que há no lar; Se te dispões a receber quem chama, Exerce o privilégio de ajudar...
Fôssemos nós da fila dos que passam Na longa e desditosa caravana, Quanto agradecimento a quem nos desse Leve parcela de ternura humana!
O olhar de compreensão, o sorriso de paz, O entendimento, uma palavra boa, São migalhas de amor que enaltecem a vida E que a vida abençoa...
Crês na esperança como crês no Céu, Dizes que a caridade te conforta, Não negues, desse modo, a quem te p…

Sempre com Jesus - Auta de Souza

Sempre com Jesus
Não te detenhas! Segue, alma querida, Vara o próprio caminho em sombra e vento, Resguarda o coração tranqüilo e atento E enriquece de amor o chão da vida.
Não te amargure o temporal violento Que invade a Terra em fúria desmedida, De esperança a esperança e lida em lida, Dissiparás a angústia e o sofrimento.
Segue, plantando o bem por onde fores, Deixando ao tempo o fel das próprias dores,
Por mais que a provação te envolva a estrada !... Além da imensa noite, espessa e fria, Cristo é o Divino Sol do novo Dia, Anunciando a Nova Madrugada!...
Ditado pelo Espírito: Auta de Souza Livro: Auta de Souza Médium: Francisco Cândido Xavier Frases e Mensagens Espíritas de Auta de Souza

Como Respondeu? - Marco Prisco

Como Respondeu?

“Perdoar aos inimigos é pedir perdão para si próprio; perdoar aos amigos é dar-lhes uma prova de amizade; perdoar as ofensas é mostrar-se melhor do que era.” (Alan Kardec, E.S.E. Cap.X, ltem 15.)
À hora de cólera, você exclamou: 
"Vingar-me-ei!"  E perdeu uma feliz oportunidade de exercitar o perdão.
Escarnecido pela ignorância, você retrucou: 
“Infeliz perseguidor!” E malbaratou o ensejo de iluminar em silêncio.
Esbofeteado pela agressividade da intolerância, você reagiu: 
“Nunca mais terás outra ocasião de ferir-me!” E desperdiçou a lição do sofrimento.
Dominado pela preguiça, você justificou: 
“Amanhã farei a assistência programada.” E esqueceu que agora é a hora da ação editicante.
Acuado pela perseguição geral, você indagou: 
“Por que Deus me abandonou?” E não enxergou a Divina Presença na linguagem do testemunho que lhe era solicitado.
Aturdido pela maledicência, você desabafou: 
“Ninguém presta!”. E feriu, sem motivo, muitas almas boas ,generalizando a invigilância e a crue…

Ofensas - Marco Prisco

Ofensas
"O mal então desapareceria, ficai bem certos." (Allan Kardec E.S.E. Capítulo XI, Item 12).

Sem que o desejasse, você foi o veículo inconsciente da animosidade.
Impensadamente, você plasmou o petardo da infâmia, atirando-o aos ouvidos aguçados de companheiros levianos, que o reproduziram adiante.
Embora infundada, você repetia a referência que lhe deram.
Você não pretendia ferir; até mesmo buscava ajudar. Mas feriu. Num momento impensado, atingiu a sensibilidade do amigo que agora lhe volta a face com rancor.
Certamente, você não acha justo. E não o é.
Todavia, o tropeço na estrada atira o corpo ao chão.
O descuido do engenheiro retira a segurança da construção.
Você dirá que não foi intencional e o diz bem. Não pretendia ultrajar. Mesmo assim, há de convir em que o pequeno talho na pele é porta aberta à infecção.
A minúscula picada do anófele injeta o hematozoário da febre palustre.
Existem almas doentes que preferem recolher calhaus a descobrir as flores da vida.
Sofrem muito e …

Eles Antes - Emmanuel

Eles Antes 
“Quando  deres  um  festim,  não  convides  teus  amigos,   nem  os  teus  irmãos,  nem  os  teus  vizinhos ricos,   para  que  não suceda  que  também  eles  te  tornem   a  convidar  e  te  seja  isso recompensado.”   Jesus (Lucas, 14: 12)
“Quando derdes um festim, disse Jesus, não convideis para ele os vossos amigos, mas os pobres e os estropiados”. Decerto que o Divino Orientador não estabelecia a desistência das relações fraternais, nem o abandono do culto às afinidades do coração. 
Considerando, porém, a Humanidade por família única, induzia-nos a observar os irmãos menos felizes na categoria de credores principais de nossa atenção, à maneira de enfermos queridos, que esperam no lar a prioridade de assistência por parte daqueles que lhes comungam o mesmo sangue. 
Nas celebrações da alegria, é inútil convocar os entes amados, de vez que todos eles se encontram automaticamente dentro delas. Recorda os que jornadeiam no mundo, sob as algemas de austeras privações e partilha …

A Evolução do Espírito - Espiritualista

A Evolução do Espírito
O espírito quando ainda ligado a matéria após seu desencarne em sua transição para o plano espiritual, sente as necessidades e as mesmas vontades de quando ainda estava encarnado, sente o frio, fome, vontades como bebidas alcoólicas, não se desligaram do plano material, ainda vivem resquícios de uma vida na matéria que já terminou no passado.
Alguns deles até mantém os mesmos defeitos físicos e a aparência pessoal, até com os ferimentos que o lavaram ao seu desencarne.
A medida em que absorvem o conhecimento e a evolução através da espiritualização e com seus sentimentos e pensamentos mais voltados a Deus, sua visão mais sistêmica e menos egocêntrica, seu perispírito vai tomando uma forma mais tênue.
O perispírito passa por uma transformação, que é demorada, são muitas encarnações, até chegar a uma energia de luz, vestígios da matéria vão desaparecendo com o acumulo de conhecimento e evolução.
Neste momento o perispírito tem a mesma leveza do espírito que por su…

A Súplica Final - Humberto de Campos

A Súplica Final
Convencido de que o Mestre distribui as graças, de acordo com as solicitações dos discípulos, o crente fervoroso e sincero, vivamente interessado na perfeita integração com o Senhor, pediu-lhe dinheiro, alegando a necessidade de recursos materiais para atender-lhe aos desígnios.
Ouvindo-lhe a rogativa, o Salvador mobilizou emissários para satisfazê-lo.
 Em breve, a fortuna vinha ao encontro do aprendiz, enchendo-lhe os cofres e prestigiando-lhe a casa.
 Multiplicaram-se-lhe, porém, as preocupações e surgiram desgostos graves. Longe de elevar-se à espiritualidade superior, passava dias e noites vigiando a entrada e a saída do ouro, assinalando os depósitos crescentes.
 Distraído das obrigações mais humildes, perdeu a companhia da esposa e dos filhos, desgarrados do lar pelas fascinações da vida fácil.
 No fundo, entretanto, conservava a fé inicial e, quando lhe transbordaram as arcas, reconheceu a dificuldade para alçar-se ao Cristo.
 Prosternou-se em oração e implorou …

As mais Vistas

Tudo é Amor - Chico Xavier

A Riquesa - Chico Xavier

A Luz Divina - Chico Xavier

Palavras de um Médico - Humberto de Campos

Palavras de um Médico
Há momento em que precisamos confiar ao Senhor a essência dos nossos mais íntimos cuidados.
A vida não é patrimônio do nosso capricho individual, é o caminho em que nos cabe marchar para a frente, sobretudo, traçado pela Divina Sabedoria.
Nem sempre sabemos o que desejamos, contudo o Mestre conhece aquilo de que realmente carecemos.
Quando seja possível ao nosso sentimento, inclinemo-nos perante os Desígnios Superiores que nos alteram os planos e prossigamos para a vanguarda de luz em que devemos situar o coração de trabalhadores do bem.
Ao médico é concedido o mais alto dos títulos na esfera de assistência à vida na Terra.  Se os sacerdotes do pensamento religioso semeiam a luz de Deus nas Almas, os médicos são os missionários do equilíbrio da existência humana, garantindo a harmonia do campo em que a fé renovadora conseguirá brilhar.
Sem duvida, contam-se por milhares aqueles que, desviados do verdadeiro sentido do trabalho que lhes compete, se arrojam aos desp…

Em Paz - Emmanuel

Salvadores falsos - Emmanuel

Salvadores falsos 

"Não creias em salvadores que não demonstrem ações que confirmam a solução de si mesmos." 

Emmanuel
Frases e Mensagens Espíritas de  Emmanuel

Boas Ações - Chico Xavier

Luz Divina - Emmanuel

Mundo Espiritual - Chico Xavier

Desencarne - Chico Xavier

Últimas Mensagens em Destaque



Últimas Mensagens de André Luiz



Últimas Mensagens de Chico Xavier